Melasma - COI

Melasma

Melasma é um termo derivado do grego melas, que significa preto. É uma hipermelanose adquirida, crônica e recorrente que ocorre exclusivamente em áreas expostas ao sol.Caracterizado pelo desenvolvimento lento de manchas expansivas de coloração bronzeada a marrom na pele da face e braços, geralmente nas regiões malares, fronte, nariz e região supralabial.É uma desordem da pigmentação comum que ocorre em todos os tipos de pele, todos os grupos étnicos e em ambos os sexos, mas relativamente mais comum em tipos de pele mais escuros (fototiposIII e IV) e mais em mulheres em idade fértil do que em homens. A patogênese do melasma não é totalmente reconhecida até o momento, mas exposição a radiação ultravioleta (UV) e fatores genéticos são considerados como principais causas, além dos fatores endócrinos (exemplo: gestação, terapia hormonal e disfunção ovariana), alguns medicamentos, cosméticos, entre outros.

Imagem Melasma

O tratamento do melasma pode ser muito frustrante e desafiador, pois o objetivo é obter diminuição do pigmento do melasma sem hipopigmentação. Uma série de tratamentos convencionais, que têm sido eficazes, incluem evitar sol, usar protetores solares, agentes hipopigmentantes como hidroquinona, ácido azeláico e ácido kójico, isolados ou em combinação com outras terapias tópicas como tretinoína, corticosteroides tópicos, peelings químicos,dermoabrasão, MMP®. Além disso, a remoção seletiva de pigmento por diferentes tipos de laser e o uso de alguns medicamentos sistêmicos como o ácido tranexâmico também podem ser uma opção de tratamento.

Referência Bibliográfica:

  1. BELDA JÚNIOR, W; CHIACCHIO,ND; CRIADO, PR. Tratado de Dermatologia. Vol I. Ed. Atheneu. São Paulo, 2010.
  2. WU, S; SHI, H; WU, H; et al. Treatmentofmelasmawith oral administrationoftranexamicacid. AesthPlastSurg, (2012); 36:964-970. DOI 10.1007/s00266-012-9899-9.
  3. JOHNSTON, G.A; SVILAND, L; MCLELLAND, J. Melasmaofthearmsassociatedwithhormonereplacementtherapy. Br J Dermatol. 1998; 139:932.
  4. AAMIR, S; NASEEM, R. Oral tranexamicacid in treatmentofmelasma in Pakistanipopulation: a pilotstudy. JournalofPakistanAssociationofDermatologists. 2014; 24 (3): 198-203.
  5. GRIMES, P.E. Melasma. Etiologicandtherapeuticconsiderations. ArchDermatol. 1995; 131:1453-7
  6. GRIMES, P.E. Management ofhyperpigmentation in darker racial ethnicgroups. SeminCutanMedSurg. 2009; 28:77-85.
  7. GUPTA, A.K; GOVER, M.D; NOURI, K; TAYLOR, S. Treatmentofmelasma: A reviewofclinicaltrials. J AmAcadDermatol. 2006; 55:1048-65.
  8. GRIMES, P.E; YAMADA, N; BHAWAN, J. Light microscopic, immunohistochemical, andultrastructuralalterations in patientswithmelasma. Am J Dermatopathol. 2005; 27:96-101.
  9. LI, Y; SUN, Q; HE, Z. et al. Treatmentofmelasmawith oral administrationofcompoundtranexamicacid: a preliminaryclinicaltrial. JEADV. 2014, 28, 388-94.