Crioescleroterapia - COI

Crioescleroterapia

Também uma técnica minimamente invasiva, a crioescleroterapia consiste na injeção de líquido esclerosante congelado (glicose) a cerca de -40°C. Nesta temperatura, o líquido mais parece um gel. A principal indicação desta técnica é no tratamento de veias reticulares (até 3 mm de diâmetro) e telangiectasias (vasinhos). Ao ser injetado nas microvarizes, causará um duplo efeito, químico e térmico, promovendo lesão na camada interna da veia, com consequente oclusão e posterior desaparecimento.

Imagem Crioescleroterapia

A injeção do líquido congelado é menos dolorosa, causa menos hematomas e seus resultados, em geral, são superiores quando comparados aos da escleroterapia convencional. Como vantagem adicional, não causa alergias, uma vez que o esclerosante utilizado é a glicose hipertônica.